spot_img

Assassino Welbert Fagundes, que matou o sargento Dias, alega que foi torturado em presídio

O assassino Welbert de Souza Fagundes, responsável pela morte do sargento Roger Dias, denunciou que foi agredido por policiais penais e militares dentro do presídio Inspetor José Martinho Drumond, em Ribeirão das Neves. A informação foi divulgada pela Rádio Itatiaia.

Segundo a Rádio Itatiaia, o réu contou que militares o teriam arrastado para uma cela isolada durante a madrugada e agredido com tapas na cara. Os policiais teriam enrolado blusas nas mãos para que as pancadas não produzissem hematomas, mas, mesmo assim, Welbert teria ficado ‘todo machucado’.

- Publicidade -

De acordo com a emissora, após as denúncias, a Justiça autorizou a transferência de Welbert para a Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem. Mesmo no novo presídio, o detento ainda estaria sofrendo retaliações. A Justiça orientou a penitenciária a instalar câmeras em frente a cela de Welbert.

spot_img
** Os comentários de internautas em publicações das redes sociais do Notícias Uai não representam, necessariamente, a opinião deste portal e são de inteira responsabilidade do autor.

Ação não permitida.