spot_img

Crianças arriscam a vida para estudar na Escola Municipal Matilde Menezes, em Itabira

Crianças estão arriscando a vida para estudar na Escola Municipal Matilde Menezes, em Itabira. As crianças andam cerca de 300 metros e dividem a pista com caminhões e carros na rodovia MG-129.

No local até existe uma passarela para diminuir o perigo, mas a prefeitura e o Departamento de Estradas de Rodagem (DER-MG) não fazem a limpeza e nem a manutenção da estrutura.

- Publicidade -

A diarista Silvia Barbosa concedeu entrevista ao Notícias Uai e pediu que as autoridades façam um lugar decente para as crianças passarem com tranquilidade e segurança: “a passarela está toda cheia de lixo, o pessoal do DER vem fazer a limpeza e tira o lixo do asfalto e coloca no local de passagem dos pedestres”.

“Como a gente vai ter a confiança de passar em um local que a gente corre o risco de ser atropelado? Olha a velocidade desses caminhões. Meu irmão mesmo já foi atropelado aqui”, disse Silvia Barbosa.

O risco é visível e no horário de pico é ainda maior. Segundo a senhora Nívia, que também é moradora da região, é preciso um redutor de velocidade para evitar acidentes. “Eu acho que amenizava um pouco, pois os carros vêm em grande velocidade neste horário de 18 horas”, afirmou.

O Notícias Uai entrou em contato com a Prefeitura de Itabira, mas ainda não obteve retorno. Em nota, o DER-MG disse que “a nomenclatura correta da rodovia é AMG-1210 e neste ponto do km 6.8, já está prevista a execução de roçada nos próximos dias”.

“Sobre a solicitação de instalação de redutor de velocidade, técnicos do DER-MG farão uma vistoria no local para avaliar as condições de circulação e estudar possíveis melhorias que visam aumentar a segurança viária no trecho”, afirmou o órgão estadual.

Assista a reportagem:

spot_img
** Os comentários de internautas em publicações das redes sociais do Notícias Uai não representam, necessariamente, a opinião deste portal e são de inteira responsabilidade do autor.

Ação não permitida.