Itabira: após reportagem do Notícias Uai, vereadores Neidson e Sidney cobram explicações da prefeitura sobre vacinas contra a dengue

Durante a reunião ordinária da Câmara de Itabira desta terça-feira, 6 de fevereiro, os vereadores Neidson Freitas e Sidney Marques cobraram explicações da Prefeitura Municipal sobre o motivo de Itabira não receber vacinas contra a dengue pelo Sistema Único de Saúde (SUS). A cobrança ocorre após a reportagem do Notícias Uai que expôs a situação.

Conforme a matéria, vinte e duas cidades de Minas Gerais foram selecionados pelo Ministério da Saúde para iniciar a vacinação contra a dengue pelo SUS. Itabira, mesmo sendo a 2º cidade do estado com o maior número de casos e com três mortes suspeitas, não aplicará a vacina pela rede pública.

Segundo o Governo Federal, as regiões selecionadas atendem a três critérios: são formadas por municípios de grande porte, com mais de 100 mil habitantes; registram alta transmissão de dengue no período 2023-2024; e têm maior predominância do sorotipo DENV-2.

Cidades próximas de Itabira, como Santa Maria de Itabira e Antônio Dias, irão receber o imunizante.

O Notícias Uai entrou em contato e pediu posicionamento ao Ministério da Saúde, à Prefeitura Municipal de Itabira e à Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais – que foi a única a se posicionar.

Em nota enviada ao Notícias Uai, a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) – por meio da Gerência Regional de Saúde (GRS) de Itabira – listou os munícipios que irão receber o imunizante, confirmando que Itabira não está na lista.

** Os comentários de internautas em publicações das redes sociais do Notícias Uai não representam, necessariamente, a opinião deste portal e são de inteira responsabilidade do autor.