Mulher é presa em flagrante após tentar subornar policiais civis em João Monlevade

spot_img
spot_img

Em João Monlevade, região Central do estado, uma mulher, de 49 anos, foi detida pela Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) durante exame prático de direção veicular. Na última sexta-feira (22/12), a suspeita teria oferecido R$ 4 mil para policiais civis para ser aprovada no exame.

Segundo a polícia, após ser reprovada, a mulher ofereceu dinheiro para dois membros da banca examinadora para que eles mudassem o resultado da avaliação, motivo pelo qual foi autuada em flagrante pelo crime de corrupção ativa, com pena que varia de dois a 12 anos de reclusão.

Após os procedimentos de polícia judiciária, a suspeita foi encaminhada para o sistema prisional.

 

Fonte: Acom / PCMG

spot_img
spot_img
spot_img
** Os comentários de internautas em publicações das redes sociais do Notícias Uai não representam, necessariamente, a opinião deste portal e são de inteira responsabilidade do autor.

Ação não permitida.