spot_img

Na Espanha, prefeito de Itabira posa em foto com político que propôs proibir marmitas aos pobres e diz que a cidade dele é “referência”

Em viagem à Espanha, o prefeito de Itabira – Marco Antônio Lage (PSB) – posou com o chefe do Executivo de Curitiba-PR, Rafael Greca, e disse que o município paranaense é uma “cidade referência”.

Durante a campanha eleitoral do ano de 2016, Rafael Greca – considerado por Marco Lage como o prefeito de uma cidade referência – disse, ao ser questionado sobre quais seriam suas propostas para a população em situação de rua, que nunca cuidou dos pobres. “Eu não sou São Francisco de Assis. Até porque a primeira vez que tentei carregar um pobre, e pôr dentro do meu carro, eu vomitei por causa do cheiro”, disse Rafael Greca. Na época, o político pediu desculpas pela “falta de clareza no discurso” e alegou que foi mal interpretado.

- Publicidade -

Rafael Greca também sugeriu, no ano de 2021, um projeto de lei que prevê multa de R$ 150 a R$ 550 a quem distribuir alimento para pessoas em situação de rua. Após a repercussão negativa, ele voltou atrás na decisão e alterou o projeto.

Além disso, Curitiba – cidade considerada por Marco Lage como “referência” – é vista por grupos sociais como um município que adota uma política higienista e preconceituosa. Em um áudio vazado nas redes sociais atribuído a presidente da Fundação de Ação Social de Curitiba, nomeada por Rafael Greca, ela aparece dando declarações absolutamente preconceituosas sobre moradores de rua e exige que funcionários da instituição chamem a Guarda Municipal para intimidar os pobres e forçá-los a sair de zonas centrais da cidade.

O Notícias Uai não conseguiu contato com o prefeito Marco Lage e nem com Rafael Greca para obter posicionamento das partes sobre a reportagem. O portal deixa o espaço aberto, através do endereço eletrônico noticiasuai@gmail.com, para que quaisquer dos citados se manifestarem.

 

spot_img
** Os comentários de internautas em publicações das redes sociais do Notícias Uai não representam, necessariamente, a opinião deste portal e são de inteira responsabilidade do autor.

Ação não permitida.