O que tem sido a administração do prefeito de Itabira senão enrolar, embromar e bancar o artista?

*Por José Sana

O que tem sido a administração do prefeito de Itabira senão enrolar, embromar e bancar o artista? É muito assunto para três anos de risos e choros. Por exemplo, no acendimento das luzes de Natal, esse chefe do executivo teve a coragem intimorata de dizer que “tenho sonhado muito e realizado meus sonhos”. Primeiro, não é com o Natal que ele está sonhando porque é o mais íntegro agnóstico da face do Planeta Terra. Se não é com o Natal, é um inventor de estórias, porque, na verdade, ele perdeu a vergonha de mentir descaradamente.

Com quem, então, ele está sonhando? Com as escolas que pintou? Com os PSFs que reformou e que deixa sem médicos? Ou é com os meios-fios cuidadosamente caiados? Ah, sabemos: com a água imunda que o Saae continua fornecendo reforçados de imundícies inacreditáveis. Com pena de investir no futuro, faz uma festa para dizer que, afinal de contas, contratou, durante dois anos, de consultores, a tal “sustentabilidade de Itabira”. Um itabirano, vendo essa declaração, olhou para a foto dele, o prefeito, e disse: “Esse é o cara……” e completou: “… de pau”.

Alguém me pede para explicar a foto aí publicada É o seguinte: a prefeitura mobilizou suas empreiteiras para realizar uma obra que deve ter custado R$ 3 bilhões aos cofres públicas, representativamente. A “obra” está localizada nas esquinas das avenidas paralelas Mauro Ribeiro e Duque de Caxias. A própria prefeitura reconhece a sua pequenez e informa com o letreiro: OBRA DA PREFEITURA. Se isso for obra de uma prefeitura de 4 bilhões de reais gastos, imagino o que seria construir o metrô servindo toda a cidade!

Agora entendi o porquê o prefeito diz que está fazendo obras demais. Um bueiro aqui, outro ali, um buraco tapado em lugares diferentes, realmente, são investimentos de grande vulto. Então, na campanha do ano que vem, tudo pode ser esclarecido. O prefeito está realizando grandes empreendimentos. Palmas para ele, que não mente, mas conta a verdade da dimensão que vê.

Um anônimo me enviou. Que gostaria de conhecer.

 

*Texto escrito e de inteira responsabilidade de José Sana.

** Os comentários de internautas em publicações das redes sociais do Notícias Uai não representam, necessariamente, a opinião deste portal e são de inteira responsabilidade do autor.