spot_img
spot_img

Sargento que estava trancado em motel atira na própria cabeça e é socorrido em estado gravíssimo

spot_img
spot_img

O tenente-coronel Flávio Santiago atualizou o estado de saúde do policial militar de 41 anos que havia se trancado em um motel de Belo Horizonte. O militar foi socorrido com um tiro na cabeça e que o estado de saúde é considerado crítico.

“Ele se mostrou irredutível. Foram mais de seis horas de negociação, e infelizmente ele efetuou um disparo na sua cabeça. Foi conduzido pela equipe do Samu já numa situação muito precária. Há uma descrença dos médicos que aqui estavam”, afirmou o Tenente-Coronel da PM.

O militar foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), por volta das 16h50, em estado gravíssimo para o Hospital João XXIII.

Entenda 

Em surto, o agente havia dado entrada em um motel na Avenida Barão Homem de Melo, no bairro Estoril, na noite de terça-feira (9). Ele estava sozinho e armado.

Na tarde desta quarta-feira (10), a PM recebeu a informação de que o militar estaria em surto e ameaçando cometer suicídio.

Segundo informações, havia um mandado de prisão em aberto contra ele. Na segunda-feira (8), o policial descumpriu uma medida protetiva e agrediu a esposa.

De acordo com relatos, o militar estava afastado da corporação por problemas psicológicos.

 

Foto ilustrativa (capa): Arquivo

 

spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
** Os comentários de internautas em publicações das redes sociais do Notícias Uai não representam, necessariamente, a opinião deste portal e são de inteira responsabilidade do autor.

Ação não permitida.