Presidente Lula dispara contra a Vale: “não resolveu o problema de Mariana e de Brumadinho e finge que nada aconteceu”

O presidente da República, Lula da Silva (PT), criticou a mineradora Vale e a Fundação Renova – envolvidas nas tragédias de Mariana e Brumadinho.

“A Vale não resolveu o problema de Mariana, não resolveu o de Brumadinho e finge que nada aconteceu. Ela imaginava que tinha que pagar R$ 126 bilhões e está oferecendo menos de um terço disso. É preciso brigar pra que a gente faça um acordo justo pro povo da região afetada seja o grande beneficiário desses recursos”, disse Lula em entrevista à Rádio Itatiaia.

Lula admitiu que não há soluções para os impasses envolvendo o acordo nacional de reparação das tragédias, mas afirmou que “vai encontrar”.

Segundo informações, muitas pessoas ainda não foram reconhecidas como vítimas no acordo de Mariana e ainda há reparações a serem pagas.

A compensação pela tragédia de Brumadinho foi definida a partir de um acordo bilionário assinado em fevereiro de 2021 pela Vale, Governo de Minas, Ministérios Públicos estadual e federal, Defensoria Pública e Tribunal de Justiça de Minas Gerais.

A mineradora Vale se comprometeu a pagar R$ 37 bilhões em ações realizadas na cidade e em outros municípios da Bacia do Paraopeba. Desse valor, 68% já foi repassado. Já as indenizações individuais estão acontecendo à parte, em negociações judiciais e extrajudiciais e mais de 15 mil pessoas já foram indenizadas.

O presidente Lula também criticou a destinação da verba dos acordos para obras que não têm relação direta com os atingidos e as tragédias.

O Notícias Uai entrou em contato com a assessoria da Vale, que disse que não irá comentar as falas do presidente.

Já a Fundação Renova enviou uma nota listando as ações já realizadas. Leia na íntegra: “Até 26 de janeiro, foram solucionados 516 casos de restituição do direito à moradia com a entrega do imóvel ou o pagamento de indenização, de um total de 728 casas, comércios, sítios, lotes e bens coletivos. No Novo Bento Rodrigues, 108 imóveis foram entregues aos novos moradores. Em Paracatu, 46 imóveis foram entregues aos novos moradores.  Até dezembro de 2023 foram destinados R$ 34,76 bilhões às ações de reparação e compensação. Desse valor, R$ 13,89 bilhões foram para o pagamento de indenizações e R$ 2,68 bilhões em Auxílios Financeiros Emergenciais, totalizando R$ 16,57 bilhões para 439,5 mil pessoas”.

** Os comentários de internautas em publicações das redes sociais do Notícias Uai não representam, necessariamente, a opinião deste portal e são de inteira responsabilidade do autor.