Sem água ou com água suja, Itabira segue a vida e o prefeito ri dos itabiranos

*Por: José Sana

Nunca, em tempo algum, a cidade enfrentou uma crise da água como a atual. Mas o chefe do executivo continua rindo dos itabiranos. Primeiro, o desastre da poluição da rede da Pureza, que ataca com óleo e esgoto. Depois a falta do líquido em toda a cidade. Para ajudar cada um a raciocinar, essa seca sinaliza para um desgoverno também inédito: a construção da rede para o rio Tanque, a moleza que já dura 23, sequer foi iniciada. O governo de Itabira, sem gestão, bate o recorde de preguiça e falta de inspiração.

Ontem (5) vários bairros foram servidos gentilmente por água bem colorida de terra, minério de ferro, óleo e um pouco de esgoto. Um levantamento feito por moradores revelou que o bairro mais poluído foi o Amazonas. Uma senhora, que apresentou a vasilha da amostra (foto), disse que “esse é o presente de Natal que o prefeito Marco dava ao povo”.

DESRESPEITO AO POVO

Enquanto o serviço de saúde de Itabira chama a atenção para sérios problemas, as causas recaem, principalmente, nas doenças que assolam a população por falta de saneamento e água. Há setores que negociam com a cidade um arranque em projetos inovadores, mas só negociavam porque o prefeito Marco Antônio Lage o que tem feito é somente priorizar as festas seguidas e investimentos zero, fazendo com arrecadação um depósito de pulgas na orelha do povo. No fim do ano que vem, a Prefeitura apresentará uma receita acima de R$ 4 bilhões, recorde à véspera da chegada do fim da mineração.

CONVERSA PARA BOI DORMIR

O prefeito Marco Antônio Lage calçou a cara e dedicou um dia da semana passada para apresentar um chamado Plano de Sustentabilidade. Em momento algum os apresentadores da iniciativa tiveram a coragem de informar que qualquer avanço na ficção mostrada ao povo depende de sua majestade a senhora Água.

Se barro, óleo diesel e esgoto atraem investimentos, indústrias para substituir a mineração, é certo que Marco Antônio Lage está bem alicerçado e em condições de superar um outro governante como o pior prefeito que passou por Itabira.

** Os comentários de internautas em publicações das redes sociais do Notícias Uai não representam, necessariamente, a opinião deste portal e são de inteira responsabilidade do autor.