Vereadores de São Gonçalo do Rio Abaixo tiram dúvidas sobre incentivos econômicos para novos negócios

spot_img
spot_img

A Câmara de São Gonçalo do Rio Abaixo recebeu a secretaria de Desenvolvimento Econômico para um bate-papo sobre a proposta do Executivo que define o Fundo de Garantia e de Equalização. O Projeto de Lei nº03/2024 está em tramitação no Legislativo e será analisado pelas Comissões.

A matéria cria as modalidades para concessão de financiamentos e subvenções, que utilizem o Fundo de Desenvolvimento Econômico de São Gonçalo do Rio Abaixo (FUNDESG). Os vereadores tiraram dúvidas sobre as definições e detalhes do projeto com a consultoria técnica e a secretaria. “Queremos evitar que empresas mal intencionadas deixem uma dívida para a Prefeitura e impeçam o crescimento da cidade”, comentou o Secretário da Mesa, Marlon Pessoa (Avante).

“Precisamos atrair novas empresas e desenvolver a economia da cidade, pensar no futuro. E sabemos que é um processo”, afirmou o vice-presidente Lulu (PDT). “Queremos garantir essa diversificação econômica, mas a cidade também precisa pensar na estrutura”, disse o vereador Kito Bicalho (PV).

A secretaria diz que o projeto faz parte do Programa de Diversificação Econômica de São Gonçalo, o Prospera +. E que a proposta visa atrair e fortalecer médias e grandes empresas para SGRA. “É necessário alterar o Marco Regulatório de São Gonçalo para que haja um ambiente de negócios mais confiável para as empresas e garantir segurança para a cidade”, ressaltou Rogério Moreira, que faz parte da equipe da consultoria técnica do Prospera+.

 

Fonte: Acom / CMSGRA

spot_img
spot_img
spot_img
** Os comentários de internautas em publicações das redes sociais do Notícias Uai não representam, necessariamente, a opinião deste portal e são de inteira responsabilidade do autor.

Ação não permitida.